Belas

Hoje foi dia de ir a Belas, arredores de Lisboa.

Já não a visitava à uns meses e com o pretexto de mostrar o que por lá havia a um amigo, pusemo-nos a caminho logo pela fresca, a fim de não apanhar muito calor e acabar cedo.

Os trilhos de Belas, embora curtos, são diversificados. Temos saltos e drops de 1/2m, 1m, 2m, em shore ou pedra, trialeiras, baloiço, river gaps, road gaps, duplos, verticais, relevês simples, em s, etc… Tudo bem feito (nota de agradecimento à malta “Maus Caminhos”) e em dimensões aceitáveis.

Existem 3 trilhos principais, que sensivelmente a meio se dividem, todos com obstáculos de semelhante interesse. Portanto, independentemente da escolha, a diversão é garantida. O regresso ao topo, para os que gostam de pedalar, é feito em alcatrão.

Para finalizar, é um lugar que merece destaque e uma visita para quem procura novos trilhos e evoluir.

Belas também oferece outro tipo de trilhos e caminhos para outros andamentos, mas sobre isso já não me posso prenunciar, porque apenas dei uma voltinha mais AM e não conheço suficientemente bem a área.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s